Li e Gostei

Terra do Riakuen

Hoje é dia do trabalho aqui, feriado.
Dormi até “tarde”. Previsão de 12 graus em Tokyo, um grau a mais que ontem.
O ruim daqui não é o frio, mas o vento. Aqui venta muito, consequentemente a sensação térmica é mais baixa.
Em casa sem internet. :(
Hoje ainda tenho que lavar roupa e limpar a “casa”.

Na semana passada teve um dia que fui num lugar que vende espetinho aqui. Tinha até espetinho de cogumelo. Comi. Achei o paladar até parecido com carne mesmo. Tinha espetinho de coração de galinha também que a principio não reconheci, pois aqui eles preparam diferente, eh aberto, fica parecendo uma fatia de carne. Tomei uns goles de namabiru tb (chopp, hehe).

Fim de semana passado fiquei passeando pelo Japão, com um pessoal da empresa e da empreiteira. Comi muuito sashimi e cia.
Conheci um castelo estilo japonês, lá dentro era como um museu, havia roupas de samurai, itens antigos assim como armas e as famosas espadas katana.
Em um outro local pega-se um trem que subia uma montanha onde tinha um mirante para ver todas as montanhas ao redor, inclusive o monte Fuji, porém estava nublado e só deu par aver os pés. :(

O Novo e o velho

Tudo aquilo que eu imaginava que o Japão seria ele não é, bom não do jeito que imaginava. Aquela imagem que se tem do Japão cheio de prédios e eletronicos.

Tudo aquilo que imaginava que o Japão não era mais, ele ainda é. Aquelas paredes quadriculadas de papel com porta que corre e ter que tirar os sapatos para entrar nas casas ou restaurantes.

O Japão não é uma supermetropole como aquela ideia que temos.
Talvez seja assim em um ou outro bairro por daqui e não por todo lado como imaginamos.
Porém uma coisa é verdade, tem casa ou prédio (nem q seja 2 ou 3 andares) por todo lado. Basicamente não há terrenos baldios. Há muitas hortas e plantações dividindo espaço com casas, vejo muitas quando venho de trem para o trabalho.

Tem coisas q não dá pra descrever ou contar. Só estando aqui pra ver.

Próximo as estações há estacionamento para bicicletas, são centenas de bicicletas que ficam ali. Há também estacionamento para carros, mas cabem apenas alguns poucos carros e deve ser caro para alugar.

Aqui, digamos, tudo custa o dobro. Alimentação, transporte etc.
Se for ver q você ganha mais também (não é o meu caso, pois sou um mero turista), então tem coisas q são muito baratas como eletronicos, celulares e produtos de informática.
O que naturalmente já são um pouco mais barato, mas não muito.
Pelo padrão daqui, parece ser muito baratos.

Curiosidade: No Japão o iPod é vendido pelo menor valor do mundo, em contraste no Brasil ele é vendido pelo valor mais caro do mundo.

Nihon (Japão)

Cheguei no sábado.
Acho que não comecei muito bem. O cara do aeroporto não deve ter ido muito com a minha cara. Ele veio me mostrar um texto em português das coisas que não podia trazer pro Japão, sendo que já tinha respondido um formulário em inglês dizendo que não estava trazendo nada disso. Ele revirou todas minhas malas. Vai ver que achava que eu carregava drogas.

Na saída do aeroporto estavam me esperando 2 colegas. Um deles só havia falado pela internet e visto por foto. A outra já havia nos visitado no Brasil e comentou que estava muito feliz que eu havia vindo para o Japão. Bom eu também estou feliz, era como um sonho pra mim. Agora poderei dismistificar tudo aquilo que imaginei.

No sábado nem deu para ver nada, ficamos umas 2 horas num onibus até chegar perto de onde é meu apto (na verdade meio que uma kitinete). Lá quando descemos do onibus havia um outro colega nos esperando, este no caso só falava japonês.
Chegando em casa só compramos algumas coisas para comer naquele momento e no café da manhã e eles se certificaram que eu estaria bem.

No domingo este meu primeiro colega veio me pegar no apto. Ele ia me mostrar como usar o trem do Japão. (Nossa, centenas de linhas de trem :O )
Ele me levou para conhecer Akihabara (秋葉原), um bairro eletronico.
Nada de tão especial, mas deu para ter uma noção melhor de Japão (e ficar empolgado).
Num dos prédios que entramos havia somente jogos eletronicos (fliperamas) alguns bem antigos, do tempo do street fighter no primeiro andar. Cada andar eram fliperamas e tipos de jogos diferentes. Me chamou atenção maquinas que você utilizava cartas de verdade para jogar, como aquelas cartas de RPG com textinho, deseinho e td mais.
Você comprava um buster (um pacote com algumas cartas) e aí você escolhia algumas para jogar. Num tipo de maquina você inseria a carta dentro da maquina e poderia usar aquela "carta" no jogo. Dependendo de como jogasse poderia ganhar mais cartas ou perder as suas. Havia outra maquina que havia uma mesa onde você colocaria suas cartas, e usaria elas em combo (juntas) contra a maquina. Para quem conhece o jogo Magic: The Gathering, essa maquina você jogava do mesmo jeito, atacava com suas criaturas e tudo mais. Só que apareciam animações do jogo na tela. Muito interessante.
Havia também um outro prédio de jogos de azar com basicamente 2 tipos de jogos, um deles, o mais popular no Japão, chama-se patinco (ou algo assim). Onde você ia inserindo dinheiro na maquina e apostando, aí a maquina parecia aqueles jogos de bolinha ou fliperama, porém o "tabuleiro" era vertical, entao sempre tinha bolinhas caindo. Aí as bolinhas que saissem da maquina (objetivo do jogo) você ia juntando e colocando td em espécia de bacias, juntava quilos de bolinhas. Depois você trocava tudo as bolinhas por dinheiro de volta.

Segunda-feira, primeiro dia de trabalho, vim de trem sozinho observando as anotações que meu colega fez para mim a respeito das linhas de trem que deveria pegar e em quais estações descer. Tudo certo até aí. O problema foi quando sai da estação, não reconheci nada. Voltei e sai pelo outro lado. Nada também. Caraca me perdi. Será que estou na estação certa? Mas é essa que está anotado aqui. Tento ligar para todo mundo e a porcaria do telefone não funciona. Até que resolvi sair por um dos lados e peguei um corredor diferente, aí reconheci o lugar e consegui vir até a empresa. São várias saídas da estação. Só que eu já tinha passado pela catraca da estação.
No dia seguinte quando desci do trem saí pelo outro lado, saí por um lado: opa, não é aqui. Aí saí pelo outro lado: ah! agora sim. Saí pelo lado certo e vim direto para a empresa.

Ontem quase me perdi pra voltar pra casa. Tenho que trocar de linha de trem duas vezes no percurso. Norikae, como é chamado aqui essa troca. No segundo norikae não me achava. Das outras vezes tinha voltado acompanhado e ontem tinha esquecido o caderninho q tinha anotado as linhas de trem e tal. Entrei no trem e ops, é este? Olhei para aquele monte de letrinhas desconhecidas, bah, acho que não. Desci do trem, voltei para estação, putz, não posso voltar pelas catracas. Tentei analizar o mapa das linhas o que não ajudou muito. Depois desci para aquela linha denovo, olhei melhor, ah, deve ser essa aqui, senão não sei. Embarquei no próximo que apareceu, ele andou 2 estações e no auto-falante falou algo em japonês: todos desceram do trem, bom, acho que é para eu descer também. Fiquei imaginando se havia acontecido algum acidente da linha, o que acontece todos os dias e o trem ficaria parado até resolverem. Todos haviam entrado numa sala de espera. Dali a pouco passou o maquinista correndo por todos os vagões, estava verificando se havia alguém em algum vagão, depois disso o trem partiu. Logo mais apareceu outro trem, embarcamos e cheguei em casa.

Amour - Rammstein

Amor

O amor é um animal selvagem
Ele te respira ele te procura
Ele se aninha sob corações partidos
E vai à caça quando há beijos e velas
Ele chupa com força nos seu lábios
E cava túneis entre suas costelas
Ele cai suavemente como neve
Primeiro ele fica quente então frio por fim ele machuca

Amour Amour
Todos só querem te domar
Amor Amour no final
Pego entre seus dentes

O amor é um animal selvagem
Ele morde e arranha e caminha em minha direção
Ele me segura com força com mil braços
E me arrasta para dentro de seu ninho de amor
Ele me devora completamente
E tenta me regurgitar depois de muitos anos
Ele cai suavemente como neve
Primeiro ele fica quente então frio por fim ele machuca

Amour Amour
Todos só querem te domar
Amor Amour no final
Pego entre seus dentes

O amor é um animal selvagem
Você cai na armadilha dele
Ele te encara nos seus olhos
Fascinado quando a contemplação dele o atinge

Por favor por favor me dê veneno

Chuva

Post escrito desconectado ontem:

Mais um dia de limpeza. A limpeza física que fiz no outro dia ficou só no 90%. Porém hoje é dia de limpeza virtual.
Organizar velhas lembranças e deixar em algum lugar que não venham perturbar.
Guardar o passado, viver o presente e ansiar pelo futuro.
Porque é mais fácil se apegar do que se desapegar?

Ontem e hoje assisti dois filmes em casa que não tinha visto ainda: 300 e OldBoy.

Hoje almocei na casa de minha tia e revi meus primos que últimamente não tenho visto muito.

Uma longa jornada me espera, se é que me deixarão faze-la.

Será um tempo de abandono, distancia, peregrinação. Repensar a vida. Acho que tenho feito isso até muito últimamente. Vivia demais o presente e deixava que a ausência do meu passado causasse mal ao meu futuro. Devemos organizar nossas idéias. Não deixar nada pendente. Não deixa para amanhã o que se pode resolver hoje. Sábia frase. Não guarde rancor.

Cada dia que passa me conheço mais. Será que algum dia me conhecerei totalmente? Pouco provável.
Hoje me analisando parece que encontro mais coisas ruins do que boas. Preciso de ajuda para encontrar minhas qualidades positivas.
Cresci sendo o "bom garoto". Tentando fazer o melhor pelos outros. Tentando parecer ser um "bom garoto". Acontece que sou apenas humano e como todo o resto da humanidade também sou pecador. Tenho meu Yin e Yang. Quem sou eu? Uma ótima pessoa para quem não me conhece muito (e o mesmo pode ser dito da maioria das pessoas que conhece), porém não queira morar comigo. Poucos além de minha família carregaram este fardo. Meu pai ainda carrega. Será que um dia serei menos egoista? Será que realmente o que eu digo, o que digo que sou e acredito é realmente verdade para mim? Só sei reclamar para com meu pai. :( Será que fui assim com todos? Se pedir perdão ou desculpas bastasse para curar as feridas que causei.

Nesta última vez que fui a Passo Fundo foi muito bom, pois soube que já não haviam magoas numa pessoa que machuquei muito. E que ela ainda estimava muito de mim. É muito bom ser perdoado.

Egoista, reclamão, insensível. Este sou eu. E eu não gosto deste meu "eu".

Referências: Yin/Yang

Multimídia

Filmes que vi:




Resident Evil 3 - Gostei mais do mostro no final

Resident Evil 2 - melhor q seu sucessor

Stardust - mto boa a história, especialmente para quem gosta de fantasia

Duas rádios que achei no Last.Fm e gostei mto:





A rádio da esquerda é de punk rock e a da direito é metal. Vale a pena conferir.

Livro que estou lendo:
Frankstein - Mary Shelley

Dia de reciclagem

Bah, não ter internet em casa e escrever offline é foda, depois tem q lembrar de publicar. :P
Eis o que escrevi ontem:

Dia de reciclagem, organizar o quarto, pegar aqueles papeis socados no fundo da gaveta para ver se presta para alguma coisa. Jogar papéis fora. Porém junto a toda essa bagunça há muitas lembranças, fotos, cartas apaixonadas...
Decidir-se pelo que guardar e o que colocar fora. Bom, não costumo ficar revivendo o passado, mas também não gosto de agir sem pensar cometendo a atitudes irreparáveis. Por isso, o que já passou costumo esquecer ou guardar bem no fundo da minha cabeça onde não irá me incomodar, mas coisas materiais como cartas e fotos dificilmente coloco fora, apesar de que há pequenas exceções.
Encontrei papéis de bombom que havia ganho no inicio de um namoro e estavam guardados lá até hoje. Bom, esse é o tipo de lembrança que joguei fora.
As cartas vão para pilhas de cartas de ex-namoradas e amigas. As fotos vão para meus pequenos álbuns de fotos que ainda tenho de papel junto com fotos de velhos amigos, amigas e outras ex-namoradas.
A vida passa e a gente se surpreende. Para quem já esteve noivo e esperava dividir o resto de sua vida com uma mesma pessoa, de repente perder tudo como se nunca tivesse tido valor nenhum. Uma pena. Muito triste.
Quando estamos apaixonados, amando ficamos cegos, não enchergamos a verdadeira realidade. Hoje sei que foi um amor infantil, equivocado, onde duas pessoas que não tinham nada a ver esperavam dividir a vida. Será que foi vaidade apenas? Enquanto mais tempo juntos mais difícil de se separar. Na primeira briga já surgiu o arrependimento, mas sempre se há esperança de que tudo vai mudar. Porém nunca muda. Seremos sempre as mesmas pessoas. Bom ou ruim.
Mas são águas passadas, o rio corre, não choremos pelo leite derramado, afinal a fila anda.
Só agora percebo com clareza o que passou e vejo que o problema não era eu ou ela. O problema era nós. Incompatibilidade total. Não havia jeito.
De tudo isso sobra a experiência.
Hoje estou feliz. Novo amor, nova paixão.
Desta vez mais acertado, mais compatível, menos romântico, mais racional. Hoje penso que romantismo só serve para histórias, que a prática é muito mais complicada, porém isto é assunto para uma outra vez.

A Subida e a descida

Faz um tempo que não escrevo aqui.
Acho que não precisei mais desabafar e nem tive mais esse tipo de conversa com minhas amigas. Faltou assunto. Aliás, assunto até tinha, mas eram motivos felizes e por não precisar desabafar acabei deixando de escrever.

Se tudo der certo fim do mês irei para o exterior, a princípio será pouco tempo, mas será muito bom. Irei conhecer novas culturas, ter novas experiencias e isso contará muito para meu curriculo.

Ficar longe dos amigos, dos meus novos amigos, pois já moro longe dos meus velhos amigos.
Hoje a noite vamos nos reunir para uma despedida, se bem que ainda volto pra cá antes de viajar, mas talvez não terei oportunidade de me despedir de alguém. A principio queria fazer despedidas diferentes com cada grupo de amigo, mas acabou não dando e no fim vai ir quase todo mundo lá.
Vou ver se consigo me despedir antes de ir na semana q passar aqui antes de viajar daqueles que não forem lá hoje.

Passarei uns 15 dias com a família e curtindo com os velhos amigos para me preparar pra viajar. :P

Me falaram hoje "adoro-t mais q coca cola", só isso já me valeria o dia e já serviu para me alegrar e esquecer um pouco os acontecimentos ruins de ontem.

Esse findi assisti Silent Hill, nossa mto massa o filme, vale a pena assistir.
E ontem vi "Perfume. A História de Um Assassino". Mto bom também, porém o fim meio viajante (ou eu q não soube viajar).

Bah, normalmente eu coloco um titulo q resume tudo o que aconteceu ou o que estou sentindo ou pensando quando começo a escrever o post. Talvez esse até seja fácil de deduzir o sentido, mas e os títulos não explicados dos anteriores? Talvez mais adiante eu explique alguns... (algumas viagens da minhas idéias)

Vamos trabalhar q é bom neh...

É isso. Até meu próximo desabafo. :P

Referencias:
Silent Hill: Wikipedia - Site Oficial (inglês)
Perfume: Wikipedia - Site Oficial

Pra Ser Sincero

Bah, se eu tivesse esperado mais 10 min. teria escutado uma música se que encaixa perfeitamente no que estou sentindo agora:

Engenheiros do HawaiiPra ser sincero

Pra ser sincero eu não espero de você
Mais do que educação,
Beijo sem paixão,
Crime sem castigo,
Aperto de mãos,
Apenas bons amigos...

Pra ser sincero eu não espero que você
Minta
Não se sinta capaz de enganar
Quem não engana a si mesmo

Nós dois temos os mesmos defeitos
Sabemos tudo a nosso respeito
Somos suspeitos de um crime perfeito,
Mas crimes perfeitos não deixam suspeitos.

Pra ser sincero eu não espero de você
Mais do que educação,
Beijo sem paixão,
Crimes sem castigo,
Aperto de mãos,
Apenas bons amigos...

Pra ser sincero não espero que você
Me perdoe
Por ter perdido a calma
Por ter vendido a alma ao diabo

Um dia desses
Num desses encontros casuais
Talvez a gente se encontre
Talvez a gente encontre explicação

Um dia desses
Num desses encontros casuais
Talvez eu diga, minha amiga,
Pra ser sincero, prazer em vê-la
Até mais... (até mais)

Nós dois temos os mesmos defeitos
Sabemos tudo a nosso respeito
Somos suspeitos de um crime perfeito
Mas crimes perfeitos não deixam suspeitos.

Menino Maluquinho

Semana passada vi o MTV+ do Raul Seixas, e me identifiquei num ponto, diz q qdo ele era criança ele pensava que era maluco e ninguem queria contar pra ele. Eu pensava o mesmo.
hehehe

Esses tempos fui com outra amiga mto querida ao show do NX Zero, até o dia anterior do show acho que nunca tinha escutado uma musica deles. Mas gostei mto. Uma pena que as letras deles só falam de sentimentos. O tal de movimento emo. :/
Mas como gosto mto de punk e música agitada gostei.

Eis uma música que tava escutando hj e pensei em colocar aqui, já tava mudando de idéia, mas acho q mal não faz, então eis ela:

Ontem estava bem sem você aqui
Eu sei tudo mudou, o ódio, seu descaso e eu também
Era bem mais fácil dizer
Em poucas palavras esconder
E se meu sangue te machucar?
Se meu orgulho te aprisionar?
Temos algo mais para perder?
É como uma prisão,
Em que a única saída é o seu perdão
Sem explicação,
Vivendo uma mentira sem razão
Hoje me convenci que a vida continua
E talvez até consiga correr atrás do tempo que perdi
E se meu sangue te machucar?
Se meu orgulho te aprisionar?
Temos algo mais para perder?
É como uma prisão
Em que a única saída é o seu perdão
Sem explicação
Vivendo uma mentira sem razão
É como uma prisão
Em que a única saída é o seu perdão
Sem explicação
Vivendo uma mentira sem razão

Amores Perdidos

Acho q esse meu blog está ficando mto meloso, mas o que eu posso fazer se é só sobre o que tenho vontade de falar.
Depois do último post, repensei um monte sobre o que disse q sobre o que passava na minha cabeça naquele momento. E já estava afim de escrever mais uns dois só para concluir o que comecei.
Escrever aqui me faz pensar melhor e organizar melhor minhas idéias e ainda o último post coincindiu de ser o dia de eu ir na psicologa e tudo mais, o que me fez pensar mais ainda.

Também, acho que eu sempre começo a escrever aqui quando converso com alguma amiga sobre o assunto, aí me dá vontade de escrever a respeito. Esse tipo de coisas só consigo conversar com minhas amigas mesmo.

Parece que a audiencia nesse meu blog aumentou e com isso aumentou também meu medo de me abrir mais ou falar algo que possa me tornar vulnerável, afinal é por isso que as pessoas não se abrem umas com as outras, com medo de ficar vulnerável e que aquela informação possa ser usada contra ela. Por isso tento manter todas as pessoas que falo a respeito aqui anonimas, porém eu já estou vulnerável.

Comentava com uma amiga no inicio da semana que ainda não tinha conseguido "continuar minha vida". Que parecia que havia medo. Medo de fazer algo que destruirá a minha "estabilidade" ou que não se possa voltar atrás, corrigir. Ela disse que talvez fosse um medo de descobrir que outra pessoa também pode me completar, quando eu tento acreditar que somente uma me completava. Mas será que me completava mesmo? Ou era somente ilusão? Penso que a gente vê só o que quer ver e não a realidade de fato. Que cada um tem a sua realidade, a sua verdade.
Ficamos tentando acreditar que esse nosso último relacionamento voltará a dar certo, que tudo será diferente, mas apesar de poder ter pequenas mudanças, a probabilidade de que todo o resto continuará igual é muito grande.

Estou diante de um precipicio e sei que terei que salta-lo. Já assistiu história sem fim? Então o guri tinha medo de alturas, mas no fim ele salta. :P
E a cada amor que "termina" aumenta a frustação e o medo. Você pensa: será que o próximo dará certo? Será que ao menos conseguirei corrigir os erros do anterior?

Já falando com a namorada de um amigo ante-ontem que comentava que seu relacionamento anterior tinha sido mais ou menos como o meu. Eles não tinham nada a ver, totalmente diferentes, tinha tudo para separá-los, mas o amor ainda os mantinha unidos e assim foi por 3,5 anos até que ele se mudou para longe e não teve mais como manter o relacionamento. Já o meu foi mais curto e o fim mais dolorido. Não soube cuidar do meu amor.

Eu acredito que tudo que é para ser será. Tudo um dia se resolverá. Se não for pra ser hoje, quem sabe amanhã?

O jeito é sempre se lembrar das coisas boas, mas também não esquecer das ruims para não repetirmos os erros e também para nos fortalecer quando aquela vontade de se humilhar até o fim para tentar voltar aparecer.

Talvez eu seja um pouco orgulhoso demais. Porém temos que saber quando sermos humildes e quando devemos ser orgulhosos, pois não podemos ser capacho de ninguém.
Acredito que relacionamento são formados de trocas. Hoje eu te ligo, amanhã você me liga. Hoje vemos seu filme, amanhã o meu. etc.

Acho que já me prolonguei demais. O não dito ficará para o futuro.

"Don't Worry. Be Happy!"

Recontando a história

Ser sincero? Verdadeiro? Contar td?
Acho que isso faz parte de mim, da minha essência e tento perder isso para poder me encaixar nesse mundo.
Ninguém quer que sejamos sinceros, as pessoas querem que digam o que querem ouvir, são mais felizes assim. Por que saber a verdade se a mentira é mais feliz?
Dizem que conforme os anos de estudom aumentam a felicidade diminui. Imagino eu que os anos de estudo representem a inteligencia, então quanto mais inteligente mais infeliz.
Bom, me considero inteligente. Mas prefiro a verdade do que a história feliz.
Será mesmo? Conheça-te a ti mesmo. :/
Bom to tentando me conhecer, acho q por isso estou indo a uma psicologa.

Ontem foi a colação de grau de uma grande amiga, uma das primeiras pessoas que fiz amizade quando me mudei para cá. Mas também era de uma ex-namorada que era colega dela.
Nossa, muitas lembranças vieram a tona. Tinha vontade de parabeniza-la pessoalmente, mas pelo olhar acho que ela não queria que eu me aproximasse, não sei.
Sonhei com ela a noite toda.
Sonhei que ela queria se aproveitar de mim.
Subconciente falando mais alto? Não sei.
Mas penso que era assim qdo estavamos juntos.
Eu era o travesserinho luxuoso dela, mas depois pensando, tava bom pra mim assim.
Eu terminei com ela pq ela tinha voltado pra cidade dela e ficado com um ex.
Soube pq eu tinha robado td as senhas dela. Pq fiz isso? Pq já não confiava :(
Depois pensando melhor, eu gostava dela, gostava do q tinhamos juntos
Eu devia apenas ter mudado o q eu pensava em relação a nós.
Saber q poderia acabar a qq hora, mas aproveitar enquanto durasse, sabe?
Nunca brigamos, ela era mto querida, me fazia super bem.

Quando soube, fui lah e joguei td na cara e ela negou tão bem q chegou a me confundir.
Uma semana depois eu contei como tinha descoberto, e aí ela nunca mais falou comigo (por um bom tempo ao menos).

Preciso me corromper para poder me encaixar nesse mundo ? ? ? :(

Verdadeiro. Sincero.
Eu estou tentando perder isso aos poucos.
Já fui cachorro, acredite, por um tempo.
Dificil de acreditar, sei.
(Já olharam por outro ponto de vista e disseram q eu era galinha, mas td bem)

Fiquei assim depois q terminei com essa minha ex-namorada.
Revoltei com o mundo. Ser corno muda a gente. :P
Nunca peguei tanta menininha e fui tão cachorro.
Mas passou...
A minha ultima ex me curou. E pra q? Pra me abandonar ao mundo novamente?

Esta ex mais recente, acho que era tudo que eu queria em alguém, ou talvez o que eu queria naquele momento. Verdadeira, sincera (penso q era ao menos :P), fiel (eita hein).
Uma amiga me disse:
"traição SEMPRE vai existir, pode não ser hj ou amanhã.
mas em algum momento da relação vai rolar, de pelo menos uma das partes
o negócio é a maneira q a gente lida com isso."
Bom, essa não era uma realidade que queria nem quero pra mim.
Mas infelizmente sei que a natureza humana é poligamica.

Talvez ela esteja certa e eu tenha que aprender a lidar com isso, qdo acontecer.

O Pensamento...

Pensamento é uma coisa muito louca ta ligado
Quanto mais você pensa, mais você pensa
Hoje é dia de chuva, caindo uma chuva
Boa pra refletir, boa pra raciocinar
Parece que após a chuva, os dias ruins vão também
leva tudo de ruim e trás as coisas boas, pelo menos pra mim né
boas energias, assim como esse som, bem propício para o pensamento

Espero que amanhã quando o sol nascer as coisas sejam melhores né
todo mundo luta pra que o dia de amanhã seja melhor que o de hoje
pra sua família, sua saúde, seu emprego, enfim...pra muitas coisas

O pensamento é foda e não tem hora quando ele vem,
quando ele vem...
uma força tão estranha não se ganha o que já se tem
um bagulho muito louco, muito doido de imaginar, de imaginar,
certo e reto como um míssil não é difícil de te acertar

O pensamento, pensamento....

Hum a felicidade o que é felicidade na verdade?
Ter dinheiro? Claro que não né, dinheiro gera muita
crise, muita briga
todo mundo se matando por causa de uma moeda, mas que merda heim
Felicidade pra mim é estar ao lado da minha família, dos meus amigos
e não todo mundo brigando por micharia como muitos
fazem por ai que só em pensar..ah..deixa pra lá
ter um emprego, uma casa pra morar é o que a maioria
quer né,um teto pra criar sua família, longe das
armas, longe de guerra e de toda essa maldade que
existe no mundo

Mas eu acredito em anjos protetores e sei que a música
é um deles sempre tem aquela pra hora certa que nos
liberta dos pensamentos ruins.

Salve muito amor, muita paz o pensamento é muito e
quando eu penso, eu penso, eu penso

O pensamento é foda e não tem hora quando ele vem,
quando ele vem
uma força tão estranha não se ganha o que já se tem
um bagulho muito louco, muito doido de imaginar, de imaginar,
certo e reto como um míssil não é difícil de te acertar

Ultramen - O Pensamento
(tonho E Anderson/julio)

Chuva Passageira

Há tempos não chovia.
Porém esta chuva não durou muito.
Estava precisando de chuva para lavar a alma.
Ainda tenho fantasmas do passado que me perturbam.
E agora com o fim da faculdade, fantasmas do futuro.

Desde o ano passado estou indo a uma psicóloga o que fez muito bem para mim por 2 motivos:
1 - Já era minha segunda namorada que fazia este curso e meu irmão também o fez, porém eu, como a maioria das pessoas, desacreditava esta profissão e achava que só precisava de psicologo quem não tinha amigos, problemas da era atual. Agora posso compreender muito mais meu irmão e minhas ex.
2 - Indo a psicologa comecei a pensar nas minhas ações, presente, passado e futuro. Tudo isso com intuito de fazer o meu presente (que é onde vivemos, pois futuro é sempre futuro e nunca chegaremos nele) melhor. Hoje acredito que está é a principal função de um psicologo.

O negócio é que até chegar lá nós, a maioria das pessoas, achamos que não precisamos disso. O fato é que estamos acomodados. E acomodar-se é a pior coisa que pode acontecer ao ser humano.

Hoje já reflito mais sobre minhas próprias ações, assim como a de pessoas a meu redor e consigo me compreender melhor e conviver melhor com os outros. Mas o pior de tudo isso é, levando em conta que não existe perfeição e sempre terei o que melhorar, quando é que alguém tem alta de um psicologo? Devemos ser fadados a frequenta-los pelo resto de nossas vidas (mesmo que em menor frequencia qdo estiver de bem com a vida)? Aí você se sente preso. Não conheci alguém que teve alta de algum psicologo. Só pessoas que se deram alta porque não tinham mais tempo, dinheiro ou vontade. No caso do terceiro porque provavelmente não estava com um bom profissional ou não se adaptou bem a ele.

Só agora que consigo pensar com mais clareza e analiso meu passado recente percebo que estava vivendo um relacionamento que trazia mais mal do que bem a mim. Agora minhas emoções não cegam mais a minha razão. Ouvi uma vez de um sábio que a razão sempre deve vir antes da emoção e que a partir da razão podemos controlar nossas emoções. Acho que é algo relacionado a isso que deve falar o livro Inteligência Emocional de que tanto ouvi falar.

Percebo agora que minha parceira só me causava mal e eu a ela. Ela me fazia sentir só mais um, quando para sermos felizes temos que nos sentir especial, acreditar em nós mesmos, coisa que nunca tive dificuldade, mas acredito que como ela não conseguia isso tentava tirar isso de mim. Talvez eu até viva numa ilusão, mas vivo, sou feliz, não prejudico ninguém com isso e nem saio prejudicado. Quando vemos alguém com algo que gostariamos de ter, mas não temos, o instinto é desejar que essa pessoa também não tenha.

O que menos gosto no ser humano é seus instintos, principalmente eu como homem que já causei mal e magoei pessoas por algo meu que não é nem racional.
Pórem os instintos estão todos interligados e provavelmente seria o fim da raça humana se perdessemos todos eles.

Acho que não sou muito bom para escrever, pois vou escrevendo conforme minhas idéias fluem e termino escrevendo algo que não estava no foco quando comecei a escrever. Ainda tem vezes que começo a escrever uma coisa e termino escrevendo outra. E outras vezes como minhas idéias e pensamentos estão sempre misturadas e não de uma forma linear como a escrita, acaba saindo coisas tudo misturadas e difícies de entender.
Meus colegas de trabalho que o digam que sempre estão falando comigo no MSN.
E pior de tudo que não gosto de reler para ver se já escrevi o que queria ou se as idéias ficaram conexas.
Se ficou algo desconexo aqui, num proximo post tento corrigir.
(Existe alguma tradução boa para post?)

Vou ver se arrumo mais tempo para escrever aqui.
Obrigado por ler. Se possível deixe me saber que passou por aqui.
Um abraço.

Profissão perigo

Enquanto não me dou ao tempo de escrever algum post decente:

1 - Trabalho em horários estranhos.
2 - Me pagam para fazer o cliente feliz.
3 - Meu trabalho vai sempre além do expediente.
4 - Sou mais produtivo à noite .
5 - Sou recompensado por realizar as idéias mais absurdas do cliente.
6 - Meus amigos se distanciam de mim e só ando com outros iguais a mim.
7 - Quando vou ao encontro do cliente preciso estar apresentável, mas quando volto parece que sai do inferno.
8 - O cliente sempre quer pagar menos e quer que eu faça maravilhas.
9 - Quando me perguntam em que trabalho, tenho dificuldades para explicar.
10 - Se as coisas dão errado é sempre culpa minha.
11 - Todos os dias acordo e digo: NÃO VOU PASSAR O RESTO DOS MEUS DIAS FAZENDO ISSO

Que profissão é a minha? (2 chances)

Movimento Estudantil

Ontem resolvi compartilhar algumas fotos batidas nos congressos enquanto eu era presidente do Centro Acadêmico do meu curso.

Eu não lembro a data exata que aconteceu o CEBS, então se alguém souber por favor deixe um comentário.



Dia do Namorados

Eu tinha um amigo que terminava com a namorada na véspera do dia dos namorados só para não dar presente. tsc tsc tsc
Tenho um amigo que falou que tava passando mal e não trabalharia hoje, mas na verdade achamos que a namorada dele deu uma prensa nele para passarem o dia juntos.
Amanhã é feriado aqui na minha cidade, nem sei porque, sei que é feriado.
Fim de semestre, época de provas e entrega de trabalhos. Uma correria.

Eu já havia comprado presente para dar a minha ex-namorada hoje, éramos amigos, mas agora nem isso somos mais. Não deu mais. Foi um erro tentarmos ser amigos. Não há como ter amizade quanto se sente algo mais.

Ela terminou comigo, pois não fui um bom namorado.
Esse está sendo um ano de conflitos.
Esse ano por mtas vezes quando brigavamos pensava "ah, tah uma bosta, mas vou aguentar soh mais um tempo".
Agora q vejo q foi um dos maiores erros da minha vida, deveria ter tentado corrigir td na hora.
Acho q nem eu não fazia idéia de qto a amava.
Ela dizia me amar demais, acho q ela descobriu que nem me amava tanto assim.
Enquanto tentavamos ser amigos acho q ela estava se esforçando para eu deixar de gostar dela ou deixou de gostar de mim e usava meus sentimentos contra mim.
Começou a me usar, sacanear, mentir...
Agora que não confio nem acredito mais nela,
soh me resta esquece-la...

Para não ficar só na tristeza um vídeo do Wow do dia dos namorados:
"Encantamentos podem ser desfeitos, mas jóias são para sempre."

Nonsense

Just there are things that don't make sense.

(tem coisas q a gente pensa em outros idiomas e se traduzisse não fariam sentido)

hahahaha

to com uma dor de cbç do caramba.

Provas finais chegando, trabalhos por entregar...
A vida não é fácil.
E nada ajuda.
O jeito é continuar lutando.
Um dia as peças do quebra-cabeça da vida irão se juntar.
Você não deve tentar ligar os pontos da sua vida para frente, e sim para trás. Tudo que parece não fazer sentido agora, você verá que um dia farão.

Steve Jobs em Stanford (em duas partes)

Tributo aos amigos

To all my friends present, past and beyond
Especially those who weren't with us too long
Life is the most precious thing you can lose
While you were here the fun was never ending
Laugh a minute was only beginning
Papel, Kuera, Lobo, this one's for you

Ever get the feeling you can't go on
Just remember whose side it is that you're on
You've got friends with you 'til the end
If you're ever in a tough situation
We'll be there with no hesitation
Brotherhood's our rule we cannot bend

When you're feeling too close to the bottom
You know who it is you can count on
Someone will pick you up again
We can conquer anything together
All of us are bonded forever
If I die, you die that's the way it is

To all my friends, present past and beyond
To all those who weren't with us too long
Life is the most precious thing you can lose
While you were here the fun was never ending
Laugh a minute was only the beginning
Papel, Kuera, Lobo, this one's for you



Para escutar a música original:
PennywiseBro Hymn Tribute

Blog Antigo

Para ver meu blog anterior clique aqui.
Eu comecei a escrever ele (o anterior) logo que me mudei para Campo Grande, mas nunca atualizei muito ele.

Vamos ver se eu consigo manter este aqui atualizado que na verdade começou pra ser um blog profissional, cujo qual acabei fazendo uma ramificação e passando a parte profissional para outro blog (o link está no menu à direita), mas acabei fazendo dele pessoal mesmo e para anotar td de cunho pessoal e como uma central de mim mesmo com links para minhas contas em outros sites ou para blogs de amigos.

Copyright © FelipeVR
Designed by Templates Next | Converted into Blogger Templates by Theme Craft